quinta-feira, 16 de março de 2017

Mais além do Design

Em Barcelos, Amazonas, as águas do Rio Negro irrigam o Projeto Brasil Original e são fluxo de vida.
Não é unicamente sobre Design. É sobre entrelaçamentos de vidas. Não é só trabalho. São trocas e experiências de valor imensurável. Não é estar longe de casa milhares de quilômetros; mas, chegar perto do que faz bem ao coração. Não é mudar temporariamente do centro urbano - com toda tecnologia e facilidades disponíveis - para comunidades enraizadas na floresta. É conexão com a natureza. Não é mapear outras identidades. É descobrir elos ancestrais e sentir-se parte. Não é ser apenas colaborador na abertura de rotas de transformação social. É deixar-se transformar nas pequenas coisas.

Dia após dia, há dois anos, a consultoria ao Projeto Brasil Original Amazonas (iniciativa do Sebrae) me faz refletir, acreditar com afinco na escolha profissional, avaliar perspectivas, ponderar sobre o que realmente importa, aprender a abrir mão do que resulta desnecessário. Nessa imersão através do Design prendo a respiração ante inúmeras descobertas, sensações, emoções, laços afetivos com lugares e pessoas que congregam uma grande família. Sou alguém melhor graças à essa vivência que aporta sensibilidade diante de propósitos, sonhos, ideais. Os meus e de todos os envolvidos numa grande sinergia.

O projeto é multifacetado. Na criação, nas relações pessoais, no aprendizado mútuo, na simplicidade do cotidiano. Oxigena novos olhares, traz à tona outros pontos de vista. Sublinha o exercício de fazer mais e melhor celebrando os vínculos com a terra, a cultura, os ofícios, os costumes, as histórias mantidas vivas para que as gerações anteriores não desapareçam. É surpreendente em cada etapa e revela o potencial humano e criativo que repousa nas comunidades artesãs de Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Manaus, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tefé e Nova Esperança.

Ao fim, não é só a culminância de produtos embalados pela aura identitária. É o resgate da autoestima de artesãos com suas origens e o orgulho de ser partícipe dessa ação que impulsiona a economia criativa e a inclusão social. Não é tão somente navegar nas águas do Rio Negro e do Solimões e aportar para cumprir rotinas que materializam desenhos impressos em papel. É apurar o olhar para o fluxo das águas que movem desejos; é respirar a floresta em toda sua riqueza; é ouvir uma lenda com o sotaque da língua tribal. É aprender a desenhar e tramar a vida, um dia de cada vez.  
A piaçava é matéria-prima e o babaçu inspiração na atual etapa do Brasil Original em Barcelos.
A artesã Alva trama a nova coleção para o projeto do Sebrae Amazonas.
"Eu, o Rio Negro e Barcelos"
No Amazonas a natureza inspira uma pausa, um respiro, um suspiro. 


Um comentário:

  1. Parabéns pelo texto e fotografias!!
    Não é porque sou de lá mas amo minha cidade, e fico feliz de ler matérias como essa!!
    Att
    visite nosso blog :)
    http://barcelosamazonia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir